As correntes existem porque visibilizam o agrupamento da opinião das pessoas. Por essa via, inclusive dentro dos partidos políticos, é perfeitamente legítima a posição de quem desde uma corrente se oponha ao modo de fazer das outras. Mas a situação no interior do BNG está fora de controlo.