Este 25 de Julho sairemos às ruas de Compostela, mais umha vez, a reivindicar a soberania nacional para o nosso país. Este ano vem marcado por um contexto europeu, estatal e galego onde se estám a implementar duríssimas reformas contra os trabalhadores: recortes sociais regressivos no Estado da mao do PSOE como a suba do IVE, recortes de investimentos públicos, e especialmente a contrarreforma laboral, que ataca as indenizaçons por despedimento ou os convénios colectivos. Ainda mais, umha reforma dos sistema de pensons regressiva é-nos anunciada para após os verao. Na Galiza, o PP segue com os seus planos de desmantelamento de serviços públicos e ataques à língua: privatizar a sanidade, recortar serviços no ensino como comedores, ou leis de “apoio à família” no entanto dilui a (in)formaçom sexual à mocidade, novo Decreto galegófobo no ensino…. Ademais, assistimos à sentença do TC sobre o Estatut de Catalunha: cada dia mais, o caminho estatutário mostra-se como um vieiro sem saída para as aspiraçons nacionais dos povos oprimidos do Estado.

Este dia da Pátria Galega estaremos na rua pois, para defender os nossos deireitos como trabalhadores e a única saída a longo prazo viável para nós: o socialismo; estaremos na rua para defender os nossos direitos nacionais, e a via certa para a soberania: a acumulaçom de forças soberanistas cara um Estado galego soberano e independente.

Manifestaçom às 12h desde a Alameda de Compostela.